Título: Desastre Iminente
Autora: Jamie McGUIRE
Editora: Verus
Leitura: Fevereiro/2019
Nota: 4 de 5 estrelas
(Argumento: 4; Diálogo: 4; Personagens: 4; Revisão: 4; Narrativa: 4; Cenário: 4; Capa: 3; Diagramação: 4)
Escrito por mulher; Série; Indicado por alguém; Andamento de série; Casais.

Resenha:

Eu particularmente gosto de livros com duas visões diferentes, principalmente do meu gênero “culposo” – aquele tipo de livro que é impossível para mim resistir – e aqui vemos a mesma história de “Belo Desastre” na versão de Travis. Ver como ele se sentia em relação à Abbi foi bastante interessante. Gostei mais desse livro do que do primeiro, confesso.

Nesse segundo livro, conhecemos um outro lado de Travis Madoxx e entendemos o quão confuso, porém decidido ele é desde a perda de sua mãe na infância. Também a origem do apelido que ele deu para ela e que no primeiro livro não fica claro a importância como fica nesse. Confesso que algumas partes eu pulei, por já ter lido antes, mas foquei mesmo em conhecer os sentimentos de Travis do que na própria história.

O final da história com cenas extras foi demais para o meu coração e fiquei ainda mais encantada por essa história de amor. Sei que ela tem muitos problemas que agora estão mais claros na sociedade e até para mim. Mas não culpo apenas o personagem masculino por toda essa problemática que envolve o relacionamento de Travis. Abbi também o provoca, depois joga a culpa dele ser assim, como se ela não tivesse feito nada. Sinceramente? Protagonistas assim, me irritam demais.

A escrita é fluída e é um livro que você sofre com esse relacionamento que vai e ao mesmo tempo não vai. Como disse, é um gênero que eu amo muito. Pode ser até um dos meus favoritos, porque consumo bastante – porém no final do ano conto se é mesmo o gênero que eu mais leio – mas apesar de problemático, esse tipo de relacionamento precisa ser exposto sim. Apesar de me ver descrita mais como Travis do que Abbi, vai entender né.

Deixe um comentário

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!