Sinopse: A história começa no início de outubro de 1.946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido à enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido.

Livro: Diário de uma Paixão
Série: Único
Volume: ---
Autor: Nicholas Sparks
Gênero: Drama
Páginas: 256
Editora: Novo Conceito
Ano de Publicação: 2010
Nota:


Li esse livro pela primeira vez em 2013 – lá no comecinho do blog – e sei que demorei muito para fazer isso. Já sabia naquela época, imagina agora? Fiz a releitura dele recentemente – mesmo com vários livros não lidos – mas queria ver o que sentiria com a segunda leitura. Claro que o medo de me decepcionar estava grande, afinal, meu gosto pela leitura tem andando por caminhos obscuros, com longas ressacas literárias.

Apesar desse autor não me atrair tanto, como no passado, resolvi que estava na hora de dar mais uma chance à ele e sua escrita um tanto quanto melosa. E mesmo já sabendo a receita para o sucesso de Nicholas Sparks, ele continua sendo muito bom no que faz. Por enquanto não li nada novo dele, optei por começar pelas releituras mesmo. Então, vamos com calma! Tem muita coisa para ser resenhada ainda.

Noah não é um personagem carismático no início, mas então conhece Allie durante um verão em Nova Berna, cidade onde ele mora e ela está passando as férias com a família. E depois de pouco tempo de convivência, eles acabam se apaixonando. Claro que aquele foi o verão mais mágico da vida deles e poderiam viver o tão sonhado “felizes para sempre” se não fosse um romance escrito por Nicholas Sparks.

Allie vem de uma família rica e influente, enquanto Noah leva uma vida simples em Nova Berna. Claro que essa diferença não incomoda o jovem casal, mas estamos falando de uma história que se passa em meados de 1946, onde a sociedade não aceitava esse tipo de situação. Claro que a mãe dela não aceita o romance da filha, fazendo com que eles tenham que se encontrar escondidos até o final do verão.

De coração partido, Noah se despede prometendo escrever constantemente para ela, ele fará de tudo para que esse amor não morra. Ele cumpre a promessa, escrevendo-a todos os meses, mas depois de dois anos sem nenhuma resposta, ele acaba pensando que Allie não está mais interessada nele, o que o leva a escrever sua última carta: a de despedida.

Quatorze anos se passam desde a carta de despedida e agora Allie está noiva de Lon, que faz o típico modelo de marido perfeito para a época, se não trabalhasse tanto. Um dia, enquanto conversa com os pais, ela vê uma reportagem sobre Noah no jornal – três semanas antes de seu casamento com Lon – e sem que ninguém saiba, Allie decide procurar Noah, que nunca deixou de ser apaixonado por ela.

E então vemos todo o desenrolar da história de amor entre Allie e Noah narrado em primeira pessoa – ponto de vista dele – no passado e no presente, quando já estão idosos. Apesar de ultimamente estar evitando livros assim, continuei apaixonada pelo romance escrito por Nicholas Sparks.


Esse é um daqueles livros que nos marcam pela simplicidade dos acontecimentos e por nos fazer lembrar de alguns valores que estão sendo perdidos aos longo dos anos, infelizmente, pelo menos uma vez na vida esse livro deveria ser lido. O amor descrito na história é raro encontrar hoje em dia.

2 Comentários

  1. Confesso que tenho muita vontade de ler os livros deste autor, mas acabo nunca dando uma chance, mas agora lendo sua resenha, a onde você cita que todos deveriam ler esta obra pelo menos uma vez, pela reflexão sobre nossos valores, e amores, fiquei bastante interessada, e com vontade de dar uma chance, este deve ser lido romance.

    ResponderExcluir
  2. Eu li este livro faz um tempo e confesso que não lembrava muito da história.
    Na época eu gostei, mas não sei se eu vou gostar se eu reler.

    ResponderExcluir

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!