Título: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Título Original: Lola and the Boy Next Door
Autor: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 288
Para saber mais: Skoob

Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.


Continuação de “Anna e o Beijo Francês”. Pode conter spoilers.


Depois que conhecemos Anna, fica difícil desapegar. Apesar dela aparecer ou melhor roubar as cenas em que aparece nesse livro, não conseguimos ficar longe e nenhuma outra personagem consegue tirar seu posto.

Lola é o oposto de Anna e isso a torna única. Ela tem um jeito descolado, trabalha com moda e possui dois pais. Sim, isso mesmo, nesse livro temos personagens com representatividade. Confesso que o jeito Lola de ser não me convenceu, apesar de acha-la muito engraçada.

Ela sempre foi apaixonada por Cricket – o menino que morava na casa ao lado – mas que por algum motivo, precisou se mudar com a família. Família que se resume a uma irmã gêmea nada agradável. Cricket é sem dúvida muito incrível, porém nenhum personagem masculino consegue ser melhor que St. Claire.

A autora até tentou fazer um novo casal queridinho para os fãs, mas sigo no #TeamAnna, não tem jeito. É uma história divertida, apesar das trapalhadas de Lola, que sério, são muitas. O que Anna tem de quieta, Lola tem de espalhafatosa.

A leitura é rápida, fluída e a escrita da autora continua incrível. Mas a Lola me incomodou muito. E não foi dessa vez.

Deixe um comentário

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!