Título: O Poder dos Seis
Título Original: Power of Six
Autor: Pittacus Lore
Editora: Instrínseca
Ano: 2011
Páginas: 320
Para saber mais: Skoob

Sinopse: O planeta Lorien foi devastado pelos mogadorianos, e seus habitantes, dizimados. Exceto nove crianças e seus guardiões, que se exilaram na Terra. Eles são como os super-heróis que idolatramos nos filmes e nos quadrinhos – porém, são reais. O Número Um foi morto na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Tentaram pegar o Número Quatro, John Smith, em Ohio, e falharam. Em O poder dos seis, John e a Número Seis se recuperam da grande batalha contra os mogadorianos, de quem ainda fogem para salvar a própria vida. Enquanto isso, a Número Sete está escondida em um convento na Espanha, acompanhando pela Internet notícias sobre John. Ela se pergunta onde estão Cinco e Seis, imaginando se um deles é a garota de cabelo preto e olhos cinzentos de seus sonhos, cujos poderes vão além de tudo o que ela já imaginou, aquela que tem a força necessária para reunir os seis sobreviventes.



Continuação de “Eu sou o Número Quatro”. Pode conter spoilers.


Em “Eu sou o Número Quatro” a narração era feita em primeira pessoa, pois naquele momento só conhecíamos Quatro/John e o que estava acontecendo em sua vida. Nesse segundo livro, já temos a Seis como uma das personagens principais e por estar com John, seu ponto de vista se dá por ele.

Enquanto isso, passamos a ter um segundo ponto de vista que atende pelo nome de Marina/Sete. Ela não é acostumada a ser um número lorieno, porque sua cêpan a criou como humana. Ela foi criada em um convento e nunca ensinou Marina a se proteger e nem a conhecer seus poderes.

Ela está na Espanha, enquanto John e Seis continuam nos Estados Unidos com Sam. Eles sabem que precisam se unir, porém não sabem como. Enquanto isso, Marina faz amizade com outra interna de nome Ella.

Foi muito legal poder acompanhar duas missões ao mesmo tempo! Essa troca de pontos de vista foi uma experiência única, porque ficamos na expectativa de não saber o que pode acontecer a cada momento. E enquanto você lê um dos pontos de vista, fica pensando no que poderia estar acontecendo no outro.

A série melhorou muito do primeiro para o segundo livro. Os personagens estão mais maduros e sérios e sabem que precisam se juntar para lutar contra os Mogadorianos. O plano deles ainda é matar todos na ordem.

Deixe um comentário

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!