Título: Conselho de Amiga
Título Original: A Little Friendly Advice
Autor: Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 224
Para saber mais: Skoob

Sinopse: Ruby está completando 16 anos... mas o dia especial não é tão doce quanto foi planejado. Seu pai desaparecido há muito tempo aparece e Ruby não quer ter nenhuma relação com ele. Ao contrário, ela quer sair com seus amigos — a leal Beth, a perigosa Katherine e a fofoqueira Maria. Elas dão muitos conselhos a Ruby — sobre garotos, seu pai e como ela deve se vestir e como deveria estar se sentindo. Mas, na verdade, ela não sabe o que pensar ou sentir. Especialmente quando um novo garoto entra em cena... e Ruby descobre que algumas de suas amigas não são tão verdadeiras quanto dizem.


Um livro onde aprendemos que muitas vezes é melhor andarmos sozinhas do que em más companhias! Drama adolescente e que te faz pensar se quando você tinha 16 anos, você não tinha opinião própria, rs.
Ruby está completando 16 anos, mora apenas com a mãe e tem três amigas: Beth, a leal; Katherine, a perigosa e Maria, a fofoqueira. Só de ler esses adjetivos, um frio na espinha passa por aqui.

Elas são um quarteto funcional ou deveria ser, mas a autora não soube explorar esse lado das personagens. O foco é Ruby e os conselhos que as amigas dão para ela que vão desde os garotos e vestimentas até o modo como deve tratar seu pai e como deveria se sentir.

Nesse livro vemos claramente uma relação abusiva entre amigas e é chocante o quanto Ruby parece não perceber o quanto isso a afeta. Mas na vida real é bem isso. O que me fez dar essa nota para o livro, foi justamente a forma como a autora aborda um tema tão delicado.

Ela acaba transformando Ruby em uma protagonista ruim ao invés de fazê-la aprender com isso. Me incomodou muito a forma como a autora a tratou, apesar de todas serem adolescentes. Faltou sensibilidade por parte da autora, infelizmente.

Tinha tudo para ser um livro bom, mas não foi.

Deixe um comentário

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!