Título: A Ascensão dos Nove
Título Original: The Rise of Nine
Autor: Pittacus Lore
Editora: Instrínseca
Ano: 2012
Páginas: 287
Para saber mais: Skoob

Sinopse: Antes de encontrar John Smith, o Número Quatro, eu estava sozinha, lutando e me escondendo para continuar viva. Juntos, somos ainda mais poderosos. Mas isso só vai durar até precisarmos nos separar para localizar os outros. Fui até a Espanha em busca da Número Sete e encontrei mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar vivo de Lorien. Ella é mais jovem que o restante de nós, mas igualmente corajosa. Agora estamos à procura dos outros — de John inclusive.




Continuação de “Eu sou o Número Quatro”. Pode conter spoilers.


Terceiro livro da série “Os Legados de Lorien” e só tiro, porrada e bomba meus amores! Começamos apenas com o Número Quatro (John), agora já temos a Número Seis, Número Sete (Marina) e acabamos de descobrir que foram dez crianças que conseguiram escapar com vida de Lorien e não apenas nove. Será que isso altera alguma coisa na missão?

Continuamos no esquema de pontos de vista e pode entrar Número Nove! Todo arrogante sim e bem preparado para competir amigavelmente com John. Tem muita ação nesse livro do que nos dois primeiros juntos e cada nova descoberta é um mini ataque cardíaco.

Passamos raiva? Com certeza! Mas seguimos como um time unido, apesar das diferenças todos eles se completam de uma forma bem peculiar. E temos Ella, a décima criança da garde que ninguém sabia que existia.

Quem narra mais nesse livro é a Número Seis, afinal a história basicamente é a procura por John que está sumido. Eles sabem que não está morto, porque ninguém ganhou uma nova e indesejável tatuagem. Mas o que eles acabam descobrindo é que juntos eles são mais fracos do que fortes e precisam encontrar uma forma de lidar com a situação.

A guerra está chegando e mal posso esperar para continuar lendo. Muitas pontas soltas e mistérios não resolvidos, mas meu coração já pertencem a essa série.

Deixe um comentário

• Bem vindos!
• Antes de comentar, leia a postagem.
• Estou aberta a críticas, elogios e sugestões. Porém, use o bom senso.
• Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu retribua a visita.
• Volte sempre!